Dreadlocks – Do preconceito à tendência nos cabelos

Dreadlocks – Do preconceito à tendência nos cabelos

Primeiramente, Dreadlocks, famoso por conta do movimento rastafári virou tendência, e há um bom tempo.

Nesse sentido, com certeza todo mundo já viu aquele penteado (alguns podem até dizer: que penteado?) com as mechas emaranhadas chamadas de dreadlocks. Pois é! Ela já é uma tendência na cabeça tanto de mulheres quanto na dos homens.

Também chamada de dread, ou lock-dread, ou rasta (esse último, mais em Portugal), o dreadlock foge (ou pelo menos fugia) completamente dos padrões ocidentais de beleza.

 

Dreadlock e o preconceito

Assim, até por conta disto, quem utilizava o estilo dreadlock poderia ser vítima de preconceito. Chegou ao ridículo de que, em dado momento, ser mau visto em entrevistas de empregos e principalmente, para o trabalho diretamente com o público.

Muitas pessoas associavam o estilo a um simples desleixo, por isso evitavam o quanto podiam, considerando o ato como um sinal de conservadorismo, mas a história tratou de mudar isso, hoje os dreadlocks são aceitos além dos ambientes alternativos ou àqueles ligados a contracultura (estilo de mobilização e contestação social).

Enfim, e o que mais comprova que o dreadlock veio para ficar é que hoje (na verdade, há algum tempinho) a indústria da moda se apropriou do estilo, produzindo em larga escala os dreads com cabelos naturais ou com fios sintéticos.

 

Conheça um pouco da história dos dreadlocks

De fato, os primeiros registros do termo dread são da época da escravidão. Durante a travessia para outro continente, as pessoas eram mantidas presas uma nas outras, sem espaço para higiene pessoal, muito menos arrumação do cabelo, assim, no desembarque os fios estavam embaraçados e crescidos em tufos. Bem como, em função da aparência, moradores da América do Norte chamavam os ‘escravos’ de dreadful, em tradução literal, ‘terrível ou monstruoso’. Porém, depois de algumas décadas, o termo foi encurtado para somente dread, justamente paraperder o tom pejorativo.

Nesse ínterim, os dreadlocks ficaram famosos por conta do movimento rastafári, onde seus seguidores não cortavam e nem penteavam o cabelo, geralmente por motivos religiosos, isso tomando como base as citações bíblicas do Velho Testamento.

 

Nascimento na Jamaica

Assim como, isso comprova que o dreadlock ‘não nasceu’ na Jamaica, muito menos com um dos maiores ícones do movimento rastafári, o singular Bob Marley, ainda na década de 1970. Sobretudo, é mais antigo do que isto, tanto que nem é possível determinar com exatidão quando o dreadlock começou a ser utilizado.

Alguns acreditam que este era exatamente o estilo dos homens da caverna, pois não cortavam, muito menos penteavam seus cabelos.

 

Há relatos de que algumas tribos antigas da Índia e da África usavam o dreadlock ou uma trança em duas situações

  • Bem como, como costume local com a dificuldade de manter os fios no lugar; e,
  • Assim como, para representar a ligação espiritual dos homens santos.

Ainda assim, o estilo dreadlock no cabelo também já foi achado em múmias no Peru, datadas entre 200 e 800 d.C., e também em sacerdotes astecas dos séculos XIV e XV, que atestam o uso dos cabelos em mechas emaranhadas.

Na Etiópia sacerdote cristão copta, por exemplo, o dreadlock é visto como um símbolo de devoção religiosa, assim como na Índia, pelos seguidores da seita hindú sadhu, em homenagem a Shiva.

Em síntese, também há seguidores no Japão, no Senegal, na Nova Zelândia, na Namíbia e na Angola.

Enfim, agora, chega de história e vamos ao que interessa… Produtos considerados essenciais para quem possui dreadlocks!

 

Produtos para dreadlocks que não podem faltar na sua casa

Quem possui o cabelo com dreadlocks precisa contar com alguns produtos e utensilios simples, mas que serão de grande valia para deixar o seu dread bonito, saudável e bem estruturado.

Acompanhem…

 

 

Cera de abelha para dreads

Ainda mais, com certeza a cera de abelha para dreads é um dos produtos mais utilizados por quem usa o cabelo com estilo dreadlock.

Este tipo de cera é específico para o penteado e deve ser aplicado no dread que é feito com o cabelo natural, pois ele ajuda a selar e a endurecer o formato dos cilindros, ou seja, muito útil.

 

Desodorizador – Dreadlocks

Além disso, este realmente é um produto que não pode falta na prateleira de quem tem dreads: um bom desodorizador.

Isso porque, nem sempre você disporá de tempo para lavar o cabelo. O desodorizador age como um paliativo, mas não substitui, de forma alguma, a lavagem convencional com shampoo específico.

Isso porque, nem sempre você disporá de tempo para lavar o cabelo. O desodorizador age como um paliativo, mas não substitui, de forma alguma, a lavagem convencional com shampoo específico.

 

Agulha de crochê

Em suma, um utensílio simples, que nem é direcionado para o público que utiliza dreadlock, mas que é uma verdadeira mão na roda para seus usuários, uma vez que eles saõ perfeitos para arrumar o formato do dread.

Ainda assim, e o seu uso também é bem simples: basta colocar todo os fios soltos para dentro com a ajuda da agulha, até que todos estejam incorporados no dread.

 

Óleos – Dreadlocks

Ideal, principalmente para quem acha que o couro cabeludo fica muito seco em função do dread.

O uso de, por exemplo, óleo vegetal como uma forma de tratamento caseiro, pode ajudar nesta questão. Basta aplicá-lo na raiz e massagear suavemente com os dedos, devendo lavar em seguida.

Nesse meio tempo, passar no comprimento todo dos dreadlocks também é uma boa dica, já que conferem um aspecto mais saudável e brilhoso.

 

Pomada

A pomada de queratina é outro produto muito peculiar que não pode faltar na casa de quem tem o cabelo estilo dreadlocks, pois ela ajuda a hidratar o cabelo e ainda auxilia na manutenção do formato das mechas.

 

Pente de metal – Dreadlocks

Mais um item básico, mas que também tem grande utilidade. O pente de metal é o mais indicado para deixar o dread mais apertado, muito em função dos dentes do pente que são mais fechados, que ajudam a formar os dreads que podem estar se desfazendo.

Por fim, os pentes de metal também são ótimos para ajudar a criar os dreads na raiz nova que está crescendo.

 

Gel

Há no mercado gel específico para dreads, que ajudam a manter o formato dos fios como você quer, principalmente se usado logo depois que os dreadlocks são feitos e ainda não se encontram totalmente formados.

Entretanto, a necessidade de usar o gel para dreads depende do tipo de cabelo. Na dúvida, consulte um profissional com experiência.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *